Troféu Aniversário ANL 2021

Decorreu este fim de semana o Troféu Aniversário ANL 2021, nas comemorações do 165º Aniversário da Associação Naval de Lisboa!
O Troféu foi aberto para as classes ANC, em cruzeiros, e Catamarãs, em Vela Ligeira, uma estreia que foi sendo adiada devido à pandemia, mas nada melhor que o festejo de aniversário para colorir ainda mais o Rio Tejo.
Ao todo tivemos quase quatro dezenas de embarcações que cumpriram o percurso entre a Doca de Belém, Trafaria e o Jamor, no domingo, mas já no sábado a divisão ANC-E se tinha feito ao mar para disputar três regatas técnicas na área do Mar da Palha!
No final os vencedores foram os seguintes:
  • ANC-A
    • 1º CARIOCA, de Eduardo Guimarães Marques (ANL)
    • 2º CONTRASTES, de António Carvalho Fernandes (ANL)
    • 3º ALTITUDES 2, de Tiago Matos (CNL)
  • ANC-B
    • 1º DJANGO ONE, de Jorge Alves (CVS)
    • 2º VENTOSGA, de Leonel Carvalho (CNL)
    • 3º ALCHEMIST, de Nuno Martins Alves (SAD)
  • ANC-D
    • 1º ZARPAR, de João Paulo Lopes (SAD)
    • 2º MATCH 2, de Luis Castel-Branco (ANL)
  • ANC-E
    • 1º BARBA RIJA, de Alexandre Toscanelli (ANL)
    • 2º SETE MARES, de Luis Soares (SAD)
    • 3º ALTA PRESSÃO, de Paulo Paixão (CSP)
  • CATAMARÃS
    • 1º Dart18 de Marcelo Leite (SAD)
    • 2º HobieCat 16 (com Spi) de José Pedro Toscano (APCHC)
    • 3º Hobie Tiger de Luís Reis (ANL).
A Associação Naval de Lisboa agradece a todos a participação nestas comemorações e um agradecimento especial à Herdade Monte da Ribeira pelo apoio nos troféus!
📸 Fotos da Prova

Troféu Ernesto Mendonça 2021

Inserido nas comemorações do 165º Aniversário da Associação Naval de Lisboa, decorreu este fim de semana o Troféu Ernesto Mendonça 2021!
O Troféu foi aberto para a classe ORC, em cruzeiros, com um programa de seis regatas técnicas.
No sábado, as nove tripulações inscritas foram brindadas com um excelente dia de provas, sendo cumprido o programa de três regatas previstas para o dia.
Já no domingo o vento apenas colaborou já passava das 15 horas, permitindo ainda que se realizasse uma prova.
No que toca a classificações, na frota ORC A a vitória coube ao SUPER AÇOR XIS – LUSITANIA, de Gonçalo Botelho (CNVFC), seguido do XEKMATT, de José Carlos Prista (ANL) e a fechar o pódio ficou o GIULIETTA 2, de Alexandre Kossack (CNC).
Já na frota ORC B, as regatas em tempo real e corrigido, foram animadas e muito disputadas, com as embarcações a terminarem por vezes com uma diferença inferior a um minuto! O grande vencedor foi o ATCHIM, de Luís Charola (CVT), seguido do ALMA DO MAR, de João Paulo Bitoque (SAD) e do XROM – SAILLOFT, de José Wanzeller (CVB).
A Associação Naval de Lisboa agradece a todos a participação nestas comemorações e um agradecimento especial à FAM Fundação, patrocinador do evento!
📸 Fotos da Prova

Troféu Aniversário ANL 2021 | Troféu Ernesto Mendonça 2021

TROFÉU ANIVERSÁRIO ANL 2021

TROFÉU ERNESTO MENDONÇA 2021

A Associação Naval de Lisboa anuncia a realização do Troféu Aniversário ANL 2021 | Troféu Ernesto Mendonça 2021, nas comemorações do seu 165º aniversário.

O Troféu Ernesto Mendonça 2021, integrado nas comemorações do Aniversário da ANL 2021, conta com o patrocínio da Fundação FAM e está aberto a embarcações de Cruzeiro na classe ORC. As regata realizam-se nos dias 1 e 2 de Maio de 2021, prevendo-se a realização de seis regatas técnicas.

O Troféu Aniversário ANL 2021 está aberto a embarcações de Cruzeiro na Classe ANC e a embarcações Catamarãs de Vela Ligeira, contando com o apoio da ANC e da APCHC. Do programa constam regatas técnicas no dia 1 de Maio de 2021 para a divisão ANC-E, e regatas costeiras no dia 2 de Maio de 2021 para todas as divisões ANC e para as embarcações Hobie Cat e outros catamarãs de vela ligeira.

Documentos e inscrições disponíveis no nosso site em:

Troféu Ernesto Mendonça | Aniversário ANL 2021 – Classe ORC

Troféu Aniversário ANL 2021 – Classe ANC e Hobie Cat 

Troféu Wintermantel | Regata Walter Brash 2021 – Lisboa-Sesimbra-Lisboa

A Associação Naval de Lisboa, com a colaboração do Clube Naval de Sesimbra, ARVC e FPV, anunciam a realização do Troféu Wintermantel e Regata Walter Brash, nos próximos dias 24 e 25 de Abril de 2021.

As provas estarão abertas às classes ORC e ANC.

Todas as informações e inscrições estão disponiveis no nosso site em https://anl.pt/vela/regatas-vela/trofeu-wintermantel-walter-brash-2021

Regata dos Solitários ANL 2021

Com a publicação do Decreto de Lei 6/2021 de 3 de Abril, a Associação Naval de Lisboa retomou o seu calendário de cruzeiros e por isso teremos todo o gosto em anunciar a realização da Regata dos Solitários ANL 2021, no próximo dia 18 de abril de 2021, com o apoio da FPVela e ARVCentro, aberto para a embarcações de cruzeiro da classe ANC, em solitário!

Toda a documentação, informação e inscrições já estão disponíveis no nosso site (aqui).

Aguardamos a presença de todos!

 

Regata de Natal 2020

Realizou-se hoje a regata costeira incluída no programa da prova. O vento teve altos e baixos, durante o percurso que ligou Belém e Cabo Ruivo com regresso a Belém, para as divisões da ORC e ANC A, e Belém e o Cais do Sodré, com regresso a Belém, para as restantes divisões da ANC, mas foi a corrente quem maior dificuldade causou às tripulações e organização.
Na classe ORC o GIULIETTA, de Alexandre Kossack (CNC), foi o vencedor da regata e da respectiva geral! Na divisão ORC B o WHO’S NEXT, de Gonçalo Saraiva Mendes (ANL) venceu a prova de hoje, seguido do BAMAK, de Rodrigo Vargas Zuñiga (CNL) e do ALMA DO MAR, de João Bitoque (SAD). Na geral ORC B o WHO’S NEXT vence com um pleno nas três regatas disputadas, seguido do ALMA DO MAR e do BAMAK, segundo e terceiro respectivamente.
A classe ANC A foi liderada desde o início pelo RATIONAL-GERMAN KITCHENS, de Miguel Graça (CNC), seguido do 2HOT2HANDLE, de António Correia (CVS) e do CARAPAU, de Bernardo Dias Pinheiro (CNOCA). Já na divisão B o ITALA, de Mário Franchi (SAD) foi o grande vencedor, superiorizando-se ao SÃO JOSÉ, de José Motta Veiga (PYC), que terminou no segundo posto. Na divisão E o ALTA PRESSÃO, de Susana Albiero (ANL) teve uma vitória clara, mesmo em tempo real. Nesta divisão de Sportboats da ANC, o SETE MARES, de Luis Soares (SAD) terminou no segundo posto, seguido do RESSAKA, de João Raimundo.
Na geral ANC-E, contando com a regata técnica disputada ontem o ALTA PRESSÃO foi o vencedor, seguido do SETE MARES e a fechar o pódio ficou o BARBA RIJA, de Alexandre Toscanelli (ANL), que embora tenha abandonado a regata de hoje, o segundo lugar na técnica de ontem foi suficiente para quebrar o desempate com o RESSAKA.
Hoje foi um dia complicado para a divisão D, e após cerca de duas horas, a Comissão de Regatas decidiu abandonar a prova dado que nenhuma embarcação iria terminar dentro do tempo limite de 3 horas em tempo real (o possível face aos condicionamentos do Estado de Emergência).
Resta-nos felicitar os vencedores e todos os participantes e desejar (com algum avanço) um Feliz Natal e um regresso em grande para todos em 2021!

Lisboa rendeu-se ao encanto do Remo de Mar

Primeira edição da Lisboa Coastal Regatta mostrou nova modalidade do remo

A nova modalidade do remo encaixa como uma luva nas águas muitas vezes agitadas do estuário do Tejo. Com barcos capazes de resistir à ondulação, o remo de mar mostrou todo o seu potencial na primeira edição da Lisboa Coastal Regatta. Uma competição no Tejo que antecipa o Campeonato do Mundo de Remo de Mar, que se realizará em Portugal, em 2021.

É a mais nova modalidade reconhecida pela Federação Internacional de Remo (FISA), é candidata a integrar os Jogos Olímpicos e está a dar os primeiros passos no nosso país. O remo de mar veio para ficar e está a mobilizar os clubes e os praticantes, como ficou provado no último fim de semana durante a primeira edição da Lisboa Coastal Regatta.

A iniciativa foi da Associação Naval de Lisboa e contou com o apoio da Federação Portuguesa de Remo, Câmara Municipal de Lisboa e Administração do Porto de Lisboa. Uma centena de atletas de diferentes escalões etários, dos jovens aos veteranos, fez-se às águas do estuário do Tejo. O campo de regatas estabeleceu um percurso com partida e chegada junto à Ponte 25 de Abril, com 1500 metros para cumprir entre boias. A forte ondulaçã0 colocou à prova a capacidade dos remadores, proporcionando imagens inéditas no Tejo.

A organização desta competição implicou medidas especiais de acordo com as normas de segurança e higiene validadas pela Direção Geral da Saúde. A ausência de público, a medição da temperatura corporal a todos os participantes, o uso permanente de máscara e o distanciamento físico foram as principais medidas implementadas.

A Lisboa Coastal Regatta contou com a participação de sete clubes: Associação Naval de Lisboa, Clube Naval de Lisboa, Clube Ferroviário de Portugal, Luso Futebol Clube, Clube Naval Barreirense, Nova Rowing Club e Grupo Desportivo Fabril. A ANL dominou, vencendo sete das 14 regatas disputadas.

 

CRÉDITOS Paulo Calisto/Free Lance Comunicação

Senhoras lideraram equipas no Rio Tejo

Realizou-se hoje o Troféu Rainha D. Amélia 2020 que contou com 25 embarcações à largada!
A previsão não era favorável devido a vento fraco e chuva, ainda assim o vento compareceu e foi possível cumprir a regata para todas as divisões!
No final a Divisão A foi liderada pelo WINE DECK (ANL), capitaneado por Mafalda Pires de Lima, seguido do ALTITUDES 2, com Maria Camelo ao leme e por último o BLU (CVL), comandado por Cristina Domingos.
Na Divisão B a vitória sorriu ao COMPLOT II (ANL), de Rita Xavier Diaz, seguido do FENGSHUI (ANL), com Margarida Carvalho e a fechar o pódio ficou o BABSEA (ANL) liderado por Joana Montalvão e Silva.
A Divisão D foi liderada pelo O PATO (CTM), de Diana Baptista, seguido do SUNRUNNER (CVT), de Maria Cristóvão e a fechar o pódio ficou o BLANGAI (CNL), com Felisbela Fonseca ao leme.
Por último, na Divisão E o RESSAKA (SAD), liderado por Ana Catela, superiorizou-se ao MASTY III (CSP), de Ozíria Vieira, e ao ALTA PRESSÃO (ANL), de Susana Albiero.
Parabéns às vencedoras, e suas tripulações, e a todos os participantes!

Troféu Rainha D. Amélia 2020

A Associação Naval de Lisboa anuncia a realização do Troféu Rainha D. Amélia 2020 no próximo dia 14 de Novembro de 2020, sábado.
Esta prova tem a particularidade das embarcações terem que ser capitaneadas por Timoneiras, tal como fazia a Rainha D. Amélia no seu yacht “Lia”!
⚠️Atenção, a hora da primeira largada do dia está marcada para as 10h00⚠️
Inscrições e informações disponíveis no nosso site em https://anl.pt/vela/regatas-vela/trofeu-rainha-damelia-2020/

Campeonato Nacional de Yole juntou em Lisboa 250 remadores

REMO HISTÓRICO MANTÉM CHAMA NO TEJO

 

Num dia com condições difíceis devido ao vento forte e ondulação, os históricos barcos de remo da classe Yole fizeram-se ao Tejo para manter viva uma tradição com quase dois séculos. Com sete clubes envolvidos e 250 atletas, a jornada foi dominada pela Associação Naval de Lisboa.

 

Embora praticamente sem chuva, a ediçã0 2020 do Campeonato Nacional de Yole realizou-se este fim-de-semana em condições climatéricas bastante desafiantes. O vento forte de sul e a ondulação colocaram à prova a técnica e capacidade de superação dos remadores, mostrando que os barcos históricos da classe Yole continuam a fazer parte integrante da paisagem de Lisboa e do Tejo, mantendo viva uma tradição com quase 200 anos.

 

Com a participação de sete clubes de todo o país e um total de duas centenas e meia de atletas, a competição decorreu no estuário do Tejo, com o campo de regatas a ligar o MAAT à Ponte 25 de Abril numa extensão total de mil metros. Barcos com quatro e oito remadores deslizaram assim nestas águas agitadas envolvendo praticantes das categorias de Juvenis, Seniores e Veteranos.

 

Resultando de uma colaboração entre a Federação Portuguesa de Remo e a Associação Naval de Lisboa, a organização deste campeonato implicou medidas especiais de acordo com as normas de segurança e higiene validadas pela Direção Geral da Saúde. A ausência de público, a medição da temperatura corporal a todos os participantes, o uso permanente de máscara e o distanciamento físico entre as equipas garantiram uma jornada desportiva sem sobressaltos.

No final, a Associação Naval de Lisboa dominou a pontuação por clubes (208 pontos), à frente da Associação Académica de Coimbra (79,5 pontos) e do Clube Ferroviário de Portugal (48,5 pontos). A este troféu, a ANL juntou ainda a conquista do título na prova rainha, o Yole de 8 sénior masculino.

.::Resultados::.

.::Fotos::.